14/03/2010

PELA MINHA AVÓ, PELOS IDOSOS E POR NÓS, JOVENS QUE O SEREMOS UM DIA...


Graça de Jesus é o nome da minha avó, de 89 anos de idade. Um ser de luz que me ensinou inúmeras lições de vida, onde nem sempre e na devida altura foram entendidas ou aceites. Ensinou-me que apesar das adversidades que possamos enfrentar na vida, deveríamos ser perseverantes, corajosos, leais e acima de tudo, termos amor à verdade. A própria vida dela foi sempre o exemplo destes valores.


Estava internada num lar de idosos, onde supostamente deveria ter sido assegurado a assistência médica e de enfermagem; o bem-estar dela e o respeito pela dignidade humana.

No passado dia 11 de Fevereiro de 2010, deu entrada nas urgências do Hospital distrital da Guarda para averiguações de algumas feridas que padecia. Foi nesse dia que nos deparamos pela primeira vez do seu verdadeiro estado de saúde, consequente a várias irregularidades inerentes ao lar, comunicado pelo próprio Hospital.

Após reunião pedida de emergência ao próprio lar, formalizei uma queixa à Segurança Social para averiguações.
Não obstante as “ameaças” verbais, segui o meu instinto e reforçamos a vigilância da minha avó.


No dia 10 de Março de 2010, numa visita que lhe fiz, deparei-me com algum agravamento do seu estado de saúde e confrontando-me com a ausência de algum responsável da instituição, foi pedida de imediato uma ambulância para encaminhar a minha avó ao Centro de Saúde de Trancoso.
Deparei-me com o pior, pois pude assistir à visualização das suas feridas, sem que, por nenhum momento deixasse de lhe segurar a mão perante a agonia dela. Novamente encaminhada para as urgências do Hospital distrital da Guarda, permaneceu no departamento de cirurgia e posteriormente no serviço de Medicina Interna.

Nesse mesmo dia, pude vivenciar em mim própria a imensidão de revolta perante um ser de luz cuja própria “alma” se encontra conectada à minha, e materialmente, com seu sangue a “jorrar” no meu, desde a hora em que nasci. Uma alma que me olhava pedindo clemência e término de tanto sofrimento, mas que continuava a manifestar um sorriso para mim. Sabia ler o que os seus olhos queriam dizer…

Nesse momento mobilizei toda a ajuda que me fosse possível. Em 24 horas, recebi tanta ajuda que às 18.00 do dia 11 de Março de 2010, a minha avó foi transferida do Hospital e internada num novo lar de idosos, privado e com cuidados de vigilância médica apertada. No final do dia, a minha consciência tranquilizou-se por saber que a minha avó se encontrava num lugar seguro.

Não me posso alongar muito, pois como devem calcular foram contactados de imediato advogados que se prontificaram em nos ajudar. O caso será entregue no mais breve tempo possível ao próprio Ministério Público.

A minha essência clama por justiça. Mas uma justiça baseada nos verdadeiros valores da vida humana. Valores de dignidade, de compaixão, de altruísmo e de amor ao próximo.

Quero deixar aqui expresso a minha mais profunda gratidão por todas as entidades envolvidas nestes dias:

Ao corpo médico, de enfermagem e auxiliar do Centro de Saúde de Trancoso,
Ao corpo médico, de enfermagem e auxiliar do Hospital distrital da Guarda.
Ao gabinete de relações públicas do Hospital que foi incansável.
Ao gabinete de assistência social do Hospital distrital da Guarda, que nos providenciou o melhor lar disponível com as condições médicas necessárias ao acompanhamento da minha avó.
Ao corpo de Bombeiros de Trancoso e da Guarda.
Ao meu médico de família particular, que orientou e acompanhou de perto todo o encaminhamento médico.
Ao corpo de advocacia pela prontidão de todo o trabalho elaborado.
Aos meus terapeutas holísticos que me proporcionaram toda a luz, força, coragem e discernimento.
À uma amiga especial, que é assistente social por todo o exímio e incansável apoio prestado.
Aos meus amigos de luz e clientes da BandarraVet por tanta solidariedade e ajuda nestes dias.

A Todos, o meu Bem-haja



Avó, que os teus olhos vejam agora nos meus a perseverança, a coragem, a lealdade e o amor à verdade que me ensinaste.
Eu sei que a tua saúde está muito débil, mas também sei e não obstante os teus 89 anos, nos demonstraste que a dignidade humana deverá ser um valor a ser preservado na terceira idade, custe o que custar.
Avó, assim o farei e o espalharei…
Por ti, por todos os idosos e por nós, jovens, que um dia o seremos…


“Quando passares pelas águas da aflição, Eu estarei contigo e, quando os rios da adversidade te submergirem, Eu não te abandonarei”. “Ele enviou-me para fechar as feridas no teu coração alquebrado, para proclamar a liberdade dos cativos, e para confortar a todos os que pranteiam”

O meu Mestre interior.

41 comentários:

Adelaide Perdigão disse...

É desta força e coragem que todos nós nos devemos encher, para que todos possamos ter um futuro melhor...

Ser Social disse...

Também acompanhei o fim da minha avó, felizmente com mais dignidade. Mas espero estar a acompanhar uma avó que, não sendo minha,é de uma amiga especial e, por isso, um pouco minha também.
Se encarássemos todos os avós como sendo um pouco nossos também,de certeza,que olhávamos a velhice com mais respeito. Respeito que não nos falta só a nós, jovens; o exemplo que vem de uma geração anterior não é dos mais indicados a seguir.
Em minha casa, a educação que se ofereceu foi assente no Amor às minhas avós. Hoje faltam-me. Hoje continuo a sentir falta delas.
O orgulho que a tua avó sente de ti, ainda que calado, tu poderás senti-lo nos seus olhos e no seu coração.

Beijo especial minha amiga

disarm76 disse...

Os seus cozinhados nos potes à lareira foram das melhores refeições que alguma vez fiz! Bem-Haja!

Fada Moranga disse...

Uma Graça de Jesus foi o que tu recebeste ao ser neta desta alma! O seu corpo físico pode estar muito dorido tenho a certeza de que está muito orgulhosa da neta.
Continua a fazer justiça de Luz!
Estou contigo, minha avataravet!
Muitos beijos*****deFada

Lucília Ramos disse...

Paula,
Só posso dizer que fiquei muito comovida com este relato.

"Se para muitos de nós as crianças são as flores da nossa luta, porque não, também, os idosos... já que se encontram tão indefesos quantos estas!"

Um abraço solidário,
Lucy

Astrid Annabelle disse...

Maria Paula!
Fiquei inteirinha arrepiada com o seu relato.
Essas instituições que se dizem amparadoras de pessoas da melhor idade deveriam ser varridas do planeta...e que sobrem aquelas que tem amor para compartilhar.
Seja lá que idade tivermos, quando frágeis e debilitados precisamos de atenção, amor e cuidados.
Principalmente se tratando dos idosos e das crianças.
Estou com você e envio muito amor para sua avó...o amor cura!
A sua parte nisso Maria Paula, acho que ficou clara...um grande carma resolvido.
Adorei o nome da sua avó...a Graça de Jesus...abençoado seja!!!
Um beijo muito carinhoso para ti e um abraço grande para sua avozinha que, como o Ser Social disse acima, sendo sua é nossa também.

Estou contigo e não abro...
Com amor...
Astrid Annabelle

Joel Pinto disse...

Arrepiei-me ao ler este teu texto, Paula, porque é abominável qualquer forma de violência sobre os humanos, principalmente quando idosos e indefesos.
Louvo, uma vez mais, e sempre, a tua coragem e amor pelos que tu amas e te amam.

Beijinho grande, minha amiga.

Ana Cavaca disse...

Boa noite Paula,
Fiquei muito comovida e perturbada com o teu relato.
Como é possivel haver destas instituições que praticam tamanhas crueldades com seres humanos, quando era supostamente tratarem deles com carinho.
Amiga estou sem palavras...
Mas pelo que nos contaste a tua avó agora está bem melhor e este facto já é mais tranquilizador.
Bjinho grande para ti e para tua avó

Adelaide Figueiredo disse...

Paula,

Fiquei bastante triste pelo que relataste. Não é novidade isto acontecer. Há certos lares de idosos que só têm o nome mas proteger e tratar quem lá precisa de estar não é com eles. Devem ser bem denunciados estes casos, para que possa haver mais responsabilidade. As pessoas idosas precisam muitos cuidados e muito carinho e amor.
Ainda bem que conseguiste resolver o assunto rapidamente para bem da tua avozinha e da tua paz de consciência.
Desejo de todo o coração as rápidas melhoras dela e para ti a continuação dessa força que tu possuies.

Muitos beijinhos para ambas

Maria de Fátima disse...

Olá Mary Paula, fiquei muito emocionada e toda arrepiada ao ler este post.Só posso dizer que sinto-me orgulhosa de te ter como amiga ainda que virtual.É de lamentar que a maioria dos lares do nosso país não prestem para cuidar dos nossos idosos.Beijocas para ti e as melhoras rápidas para a tua querida avó.

Cecília disse...

Força amiga!!! Leva esta luta até ao fim, não podemos deixar que tratem assim os mais idosos... se estamos aqui hoje é graças a eles!
Espero que a tua avó esteja melhor.
bjs

Bruna disse...

Olá MP**
Belo post, sem dúvida que a força interior vale muito e o importante é nunca a perder, este post descreve claramente o teu amor por ela, mas a tua luta é impressionante... Era bom que as pessoas se sensibilizassem, e principalmente que houvesse humanidade nas pessoas que tratam ou cuidam dos nossos idosos a esperteza que um dia eles vão precisar desses mm cuidados e vão gostar que cuidem bem deles e principalmente RESPEITO.

Espero é que a instituição que tinha o dever e obrigação de proteger esta "nossa" Avó, PARE para PENSAR, REFLECTIR.

Bjs Lindinha
FORÇA

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia Adelaide,

Bem-haja pelo apoio.
Beijo

Maria Paula Ribeiro disse...

Ser Social,

Infinita é a minha gratidão para contigo, tu que eximiamente sabes cuidar dos idosos, dos teus e dos que não são os teus.
Lutas por eles desde o primeiro dia que te formaste e sabe Deus o quão valioso é para a nossa Sociedade.
Tens me ajudado imenso nestes dias.

A minha avó é "rija" e tem-se aguentado. Agora é um dia de cada vez, a melhorar e curar as mazelas...

Um beijo e abraço especial amiga.

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia Marco,

;) Aprendi a fazer sopa com ela, há muito, muito tempo atrás! ;)
Beijo e obrigado

Maria Paula Ribeiro disse...

Fada,

Bem-haja pelo apoio. Sabes o quanto nesta altura é salutar.

Irei fazer justiça.
Irei falar por aqueles que não o poderem.
Irei defendê-los.

Um beijo grande.

Maria Paula Ribeiro disse...

Lucy,

Como é bom sentir de perto os nossos amigos em prole e uma causa que nos afecta a todos.
Pelos idosos...também.

Bem-hajas

Um beijo grande

Maria Paula Ribeiro disse...

Astrid,

Que te posso dizer?
Tens-me ajudado imenso...

Tenho reflectido muito nas tuas palavras.
Deus é sábio e a minha avó esperou pelo momento certo para trazer à luz aos olhos da justiça.

Hoje é ela, amanhã pode ser a avó/avô de uma amiga e daqui uns anos serei eu...
Mas aí espero que tudo seja diferente.

Bem-hajas por Tudo!
Darei notícias.

Namasté, Mestre.
Maria Paula

Maria Paula Ribeiro disse...

Joel,

Sabes que é mais forte do que eu, a defesa dos indefesos...
Nasci assim...

Um beijo grande, Amigo

Maria Paula Ribeiro disse...

Ana Cavaca,

É possível é.
Mas alguém tem de dar o passo em frente.

A minha avó tem recuperado dentro das expectativas.
Bem-hajas pelo apoio, amiga.

Beijo grande

Maria Paula Ribeiro disse...

Adelaide,

Bem-hajas amiga.
Farei tudo o que me for possível fazer.
A dignidade humana não tem preço.
Pelo menos é o que sinto.

Um beijo grande, amiga.

Maria Paula Ribeiro disse...

Maria de Fátima,

Bem-hajas pelo apoio.
És uma amiga que está sempre por perto, mesmo virtualmente. Isso tem muito valor!

Bem-hajas, amiga
Um beijinho grande

Maria Paula Ribeiro disse...

Cecília,

Bem-hajas.
Farei os possíveis e impossíveis.
A fé move montanhas!
Um beijo grande

Maria Paula Ribeiro disse...

Bruna,

A minha força deve-se em parte à força que tens também pelo teu avô.
Um respeito e cuidados ímpares, onde deveriam ser aplicados nas casas que se dizem de apoio.

Bem-hajas tu pela tua constante preocupação nos dias do Hospital.
Um beijo muito grande

Miguel Vieira disse...

Um beijinho enorme e as melhoras para a tua avó.

Samsara disse...

Minha amiga, há coisas completamente repugnantes e uma delas é a forma como tratam dos nossos queridos avós. Fico feliz por tudo estar bem agora.

Força amiga e um beijinho à tua avó.

Maria Paula Ribeiro disse...

Miguel,

Bem-hajas amigo.
Soube que passaste por cá..aqui tens o motivo da minha ausência.
Espero que a próxima semana seja mais "calma" para mim.
Nesta, tenho ainda a acertar umas "agulhas"..

Beijo grande para todos e Zolita!

Maria Paula Ribeiro disse...

Sam,

Plenamente de acordo. E não posso pactuar com isso.
Sou rebelde, Sou!!! Mas pela verdadeira justiça, viro o Planeta todo se for preciso!
Bem-Hajas amiga

Um beijo muito grande

Anónimo disse...

Preservar a dignidade humana, custe o que custar, principalmente na velhice, uma idade tão frágil.

Este relato tocou-me profundamente, sempre gostei muito de pessoas idosas, a tua avó é linda.
Sinto muito a falta das minhas avós, amava-as muito. Morreram bem,na casa delas, mas nem todos podem acabar os seus dias na suas casas nestes tempos modernos.

Que seja feita Justiça! Quem trata assim os idosos devia sumir de vez! Sem complacências!

Um abraço tão mas tão grande para a tua avó, Senhora Graça de Jesus, e para ti tamb+em, Maria Paula.

Maria Izabel Viégas disse...

Maria Paula amiga,

Vim aqui dar-te um beijo de agradecimento por tua presença no meu Memórias, ando devendo tanto...

E me emocionei muito com o que tua avó sofreu.
Assim é o tratamento que o povo da cultura ocidental dá aos seus ancestrais. Esquecemos a Memória dos Tempos!
Envelhece-se e querem usurpar a dignidade de seres que nos deram tanta luz!
Foi um momento triste, Meus Deus! Quisera que não tivessem as duas passado por isto.
Mas a tua reação, a tua atitude foi tão honrada e tão amorosa que os céus se abriram em luz !
Amada, que bela luta a tua: quiçá assim faças pararum ciclo pernicioso que acontecia e que com tua denúncia , ajudarás a desatar, a conter para que outros velhinhos não sofram!
Quero não só te dar um beijo, além de te enviar a ti a vovozinha eflúvios de meu amor, quero te envolver com uma prece a deus, a Maria Mãe Santíssima que protejam a ti, tua avózita e a todas as pobrezinhas que sofrem como ela sofreu!
Abençoada sejam, as duas!
Linda ÉS!

Siala disse...

Amiga...fiquei sem palavras. A minha avó está num lar em Trancoso, e até agora tem tudo corrido muito bem. A minha outra avó já partiu...ambas ensinaram-me muito, lições que como muito bem dizes, nem sempre foram compreendidas e aceites na altura em que foram recebidas, mas sim mais tarde.
Obrigada por existires! Nunca me vou cançar de te dizer isto :)
Beijos enormes e um beijinho á tua avó!

Siala disse...

Deixei um comentario ontem, mas não está cá :( ando quase a fazer directas a trabalhar, devo ter alucinado lol
Amiga! Ainda bem que existes e que és essa força da natureza! Não é só a tua avó que agradece, somos todos nós! És uma fonte de inspiração e de luz...em todos os teus actos seja pelos humanos,s eja pelos animais! Obrigada :)
Namaste!!!

Fábio Paulos disse...

em Portugal e em outros (muitos) países não se da' a devia importancia aos idosos!
um dia todos nós la' chegamos!

ainda bem que correu tudo bem :)

beijo e uma boa Pascoa

Graça Pereira disse...

Nada acontece por acaso... e aqui estou trazida pela mão de Deus, eu,também Graça.
Entendo e vivi enquanto lia o teu texto, toda a tua revolta....
Há monstros a tratar destes idosos cujo único "pecado" é serem velhos!!
País que não respeita e não ama os seus anciãos, é um país podre. Nasci em Moçambique onde vivi até aos 33 anos e acompanhei de perto a deferência, o cuidado e o respeito que eles tinham pelos seus "velhos"...o melhor lugar, o primeiro pedaço de pão ou de mandioca...
O olhar da tua avó será sempre a luz que te há-de acompanhar.
Dá-lhe um beijo por mim e outro para ti
Graça

Siala disse...

Passei para te deixar um beijo! Espero que esteja tudo bem!
Namaste!

Madame Celeste disse...

Oi Maria Paula!
Como publiquei no meu meu blog, o Madame Celeste vai acabar. Agradeço todas as suas contribuições e as trocas de idéias, que me fizeram crescer. Deixo disponível pelo perfil no twitter (@louisescoz) para futuras conversas e papos! Tenho perfil no Scribd também, onde divido livros e textos interessantes (www.scribd.com/scoz)
Obrigada por tudo... criar o blog e encontrar pessoas de luz foi muito importante para mim.
Abraços e até a próxima!

Anónimo disse...

Oi flor!

Sou nova por aqui! Gostei muito do seu blog e esta matéria então sobre a sua linda vovó...é muito comovente...que bom que vc ainda tem a sua por perto. Aproveita bastante, pois eu sinto muito a falta das minhas avózinhas queridas.
Beijinhos

Flores e Luz.

Maria de Fátima disse...

Olá Mary Paula, muitos parabéns!Um dia muito feliz com a família e os amigos por perto.Beijocas e muita saúde.

António Rosa disse...

Olá Paula

Feliz aniversário. Que seja um dia que te sintas bem.

Muitos beijinhos.

António Rosa disse...

Personalidades com Quíron em Áries / Carneiro ou na 1º casa: Magda Moita (astróloga portuguesa), Patrícia Azenha (engenheira e astróloga portuguesa), Maria Paula Ribeiro (veterinária e astróloga portuguesa), Michael Violante (empresário), Belmiro de Azevedo,Lili Caneças, Margot (taróloga), Nucha (cantora).

Querem saber coisas?

Ver aqui

Comentem, por favor

LALITA disse...

Não te conheço pessoalmente e é uma pena porque vejo que és muito boa pessoa !

LALITA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...