30/12/2010

"MODUS" RETRÓGRADO


Tenho anunciado aqui por diversas vezes, que tenho imensa curiosidade e respeito pela Astrologia, instruindo-me de acordo com as minhas pausas de bastidores, auto-didacticamente e orientada por dois Astrólogos profissionais, professores e amigos (ver aqui e aqui).
No dia 9 de Dezembro, o António Rosa, publicou este post sobre Mercúrio Retrógrado (ver aqui).


Segui-lhe as suas recomendações.

Sempre o afirmei e continuo convicta que se seguirmos o nosso caminho quotidiano com consciência da conjuntura astrológica ou dita por outra forma, sob uma conjuntura energética que nos influencia, podemos e devemos tomar melhor partido, sejam quais forem as peripécias que se apresentam.



Este ano fiz uma pequena pausa, aproveitando a época natalícia para viajar junto da família até França. No post acima referido, podemos ler: "gemenianos turbulentos, reduzam a sua velocidade"

Mercúrio Retrógrado, estaria na minha casa 9, casa que representa
o afastamento, as grandes viagens, o estrangeiro (no meu caso a França), a religião, tudo aquilo que leva o homem a querer instruir-se, a filosofia, a lei, os estudos superiores, a sabedoria, o misticismo, o onirismo, o mundo da distância, a procura da verdade pelas ciências ocultas e a exploração do desconhecido.

Devo adiantar que as visitas efectuadas por lá foram todas nesse sentido, filosofia, lei e religião/espiritualidade.

Hoje irei relatar apenas a parte mais imediata da viagem em si, pois estando Mercúrio retrógrado estava consciente que "pequenos atrasos" pudessem ocorrer.


Comecei bem o "modus retrógrado" na véspera da partida, onde fiquei retida na auto-estrada perto de Trancoso, já de noite, cerca de duas horas após ter batido, inexplicavelmente com uma pedra (que julgo ter caído pelo mau tempo) e perfurado de imediato o pneu e danificado a jante. Comunicações (assuntos de Mercúrio) inacessíveis pois tinha o telemóvel sem bateria... nem mesmo a minha operação stop (com colete) surtiu efeito, visando apenas a tentativa de uma alma caridosa se compadecer com o meu infortúnio...Fiquei sem saber se os tempos de outrora onde a inter-ajuda era mais frequente estariam hoje rotulados de "pré-históricos" ou então a confusão estaria mesmo instalada em todos os viajantes que se cruzaram e que o azedume falaria mais forte do que ter de parar e ajudar uma donzela.... enfim...

Agradeço a gentileza da Brigada de trânsito, que passados 40 minutos me interpolou e me ajudou em todos os trâmites...
Duas horas e meia depois, estava a regressar a BandarraVet, num pronto-socorro. O meu carro, de imediato na oficina, implorando a sua reparação logo pela manhã pois teria de seguir viagem até ao Porto.


No dia seguinte e agradecendo a amabilidade dos mecânicos segui então viagem até ao Aeroporto.
Não deve existir melhor sensação, ou melhor dito debaixo de uma onda de Mercúrio retrógrado, entrar no Aeroporto e visualizar no painel de avisos de voos, que o meu estava simplesmente..... cancelado! Após uma noite não dormida, o carro saído do "estaleiro" e feitos cerca de 200 Km e olhar para a palavra cancelado era uma luva de seda ao meu Mercúrio!

Garanto-vos que se não estivesse consciente da conjuntura Astral que vivia, não estaria tão tranquila...sim porque simplesmente passei a racionalizar a "próxima partida" do "modus retrógrado"

Mas ao meu lado, haviam pessoas a extravasar a impaciência, a crispação, do momento....

Como esta senhora em "modus muito, muito, muito retrógrado" que parecia mais o muro das lamentações, não só na longa e extenuante fila de espera do check-in, como também dentro do avião!

Cheguei ao aeroporto cerca das 11.00 (com voo marcado para as 13.35) e somente as 12.30 começaram o check-in. Em segundos o cenário foi este: uma avalanche de pessoas a dirigem-se ao balcão, perguntando informações ao funcionário. Um caos! Confusão total e imediatamente o "diz que disse" em acção!

Fomos informados que o voo tinha sido adiado para as 17.30 em virtude de se ter procedido a uma viagem extra para os passageiros do Funchal que se encontravam retidos (pelo mau tempo) ainda no aeroporto. Estava consumado o atraso!


Eram já 13.30 quando terminei o check-in, sentindo um estado de leveza considerável por me afastar tranquilamente daquela senhora e companhia limitada de "modus muito, muito, muito retrógrado" e fui tranquilizar o meu "rato" que começara a sentir no estômago.
Logo de seguida passei para a parte livre, onde teria de aguardar até as 17.30.

Fiquei feliz por avistar a secção cibernética gratuita, onde o meu lado racional rejubilou de contente pois estava resolvida esse tempo de espera extra que tinha pela frente.


Mal tinha eu colocado o endereço email quando foi audível no altifalante, a última chamada para os passageiros do voo com destino a Paris!!!! Hummmm....

Fiquei com a orelha "antenada" para ouvir de novo...Era o meu voo!!!


Eram 13.45 quando cheguei a porta de embarque, que não era a que estava marcada no bilhete mas que por sinal seria essa. Ao lado estava uma fila enorme de pessoas com destino ao Funchal.

Quando se aperceberam que o meu voo era Paris parecia que tínhamos entrado na passadeira vermelha!!! Lá nos encaminharam de imediato ao avião. Estava eu a comentar com a passageira que conhecera no check-in e se juntara a mim, da estranheza da confusão que vivíamos...


Quando chegamos ao avião e uma vez que a companhia é uma filial da Air France, as hospedeiras falam francês e ao aperceber-me que o avião se encontrava bastante vazio confrontando com o que vira no check-in, falei com ela que algo não estava bem, pois tinham-nos tido que o voo tinha sido cancelado, e posteriormente reportado para as 17.30.

Lembro-me bem da expressão facial da hospedeira: atónita e incrédula! E de novo o caos instalado!!! Desde as 14.00 que entramos no avião, somente as 17.00 pudemos levantar voo, por autorização dada ao comandante, que mesmo assim faltando 6 passageiros teríamos de seguir viagem pela intempérie que se iniciava em Paris com a neve!


Os aviões vizinhos ao nosso continuavam, a ir e a chegar...

Ao menos, o "Mimi", um adorável gato que viajava mesmo ao meu lado, ficava tranquilo e sereno com toda a envoltura que se deparava.

Nem o comandante soube explicar o inexplicável atraso que tinha ocorrido! Simplesmente eu acho que não é leitor do cova-do-urso ou simplesmente tem de "voar" um pouco mais e explorar o sistema solar!

Ao mesmo tempo, pela minha colega e dona do "Mimi" que viajava ao meu lado, nos foi possível aceder à confusão que estava também no aeroporto em Paris, pois as informações e contra-informações eram fluentes...



Caos à parte e pé no acelerador, aterramos tranquilamente em Paris às 19.50. E com o caos instalado no trânsito automóvel, para terminar do dia, cheguei à casa passadas 3 horas!



Bom... mas mesmo em "Modus Retrógrado", o mais importante é não perder a calma, ou tentar não perde-la!
E tudo se "deletou" ao avistar a minha linda Tour!

Ah oui ma Belle, me revoilá!!

Continuam...dentro dos próximos dias as cenas dos próximos capítulos, agora que Mercúrio volta hoje em movimento directo! Ufffa!!!!

21 comentários:

António Rosa disse...

Muuuiiiiiitttttttttttttooooooooooooooo bom!

Que delícia de post, feito à posteriori e analisando as coisas.

Impressionante esta tua peripécia de Mercúrio retrógrado. Vou tentar recordar-me de todos os pormenores para futuros exemplos do dito retrógrado.

3 horas dentro do avião? É obra. mas o universo é sempre simpático. Colocou ao teu lado um gato, que só não é teu cliente porque deve viver em outra zona do país.

Muito agradecido pelos links.

Continuo à espera dos novos posts. Este foi uma odisseia.

Besitos

António

Ezequiel Coelho disse...

Bela descrição do que pode realmente acontecer.. quando Mercúrio está "às avessas" ;)
Eu já estava "preparado" (i.e., consciente das datas e possíveis consequências) e evitei tudo o que pudesse colidir com a área de Mercúrio (que, no meu mapa está na casa 3.. desde 17/11 e onde permanecerá até 24/1) ou seja, mantive sempre uma postura "low-profile", sem grandes interacções e evitando os "desejos de mudar" o que me rodeia - "fingi-me de Morto" ahahahhaah
Mesmo assim, antes de começar retrógado tive de mudar 3 vezes de Modem, que nenhum funcionava (porque inexplicavelmente se estragou aquele que anteriormente tinha). Posso dizer que (se nada acontecer hoje) passei incólume pelas travessuras do Mercúrio retrógado ;)
Abraço e votos de BOM 2011

Ana Ferra disse...

Bom dia Paula,
Fizeste um bom regresso, isso é que importa.
Gostei desta tua análise....
Por curiosidade fui ver em que casa estava o meu Mercúrio...imagina tu é na 4...lol
Bjinho grd amiga

Rui Sousa disse...

Olá.

Devias ter ido de Sud-Expresso!

É muito mais giro, ecológico e a CP tem uma parceria com Mercúrio, para evitar atrasos!

Mas os atrasos são pormenores e úteis para conhecer novas pessoas, o importante é chegar inteiro ao destino!

Rui Sousa

Astrid Annabelle disse...

Que maravilha de relato...uffa...sofri com você através das palavras querida Paulinha!
O aviso do nosso amado António foi básico...quem leu o post ficou esperto. Ainda lembro da recomendação que fez a você!!!
Mas, Graças à Deus, estás de volta ao Reino Encantado da Bandarravet!
Eu "viajei" ao seu lado aplicando Reiki...mesmo assim o Senhor Mercúrio insistentemente quis dar o ar da sua graça!!!!!!rssssssss
Tinha que ter um gato em cena, pois não!!!!!!
Agora fico a aguardar as fotos e a seqüência da sua aventura...
Hoje meu coração de mãe está em festa. Logo mais descobres porque!
Um beijo muito grande e um abraço bem apertado de boas vindas, de volta à casa!
Astrid Annabelle

Adelaide Figueiredo disse...

Mas que grande confusão! Nota-se que Mercúrio Retrógrado não se esqueceu de te mostrar que existe e tem poder.
Gostei muito. Cá fico à espera do capítulo seguinte:)

Bom ano 2011 para ti e para os teus.

Beijos

Samsara disse...

Minha querida amiga, isto é que foi uma aventura! irra!

Mas fico feliz que tenhas conseguido chegar bem e de certo ainda com mais vontade de abraçar o teu mano.

Toda esta situação é agravada pelo facto de Mercúrio reger a casa 3habitar a casa 3, estar conjunto a Saturno. Atrasos seriam de esperar amiga, graças a Deus que o belo trígono de Júpiter regente da 9 fez com que terminasse tudo em bem :)

Beijinhos grandes

Ana Cristina disse...

que delícia de post...assim é que é:) adorei a calma da Mimi, temos tanto que aprender com eles...eu ontem passei uma portagem com o portageiro a empurrar o carro...se não sozinha eu não lhe desamparava a loja...chovia de forma que ajudas...só dos anjinhos e do portageiro :)

Maria Paula Ribeiro disse...

Boa noite António,

;))) O mérito é teu.... pois evitaste com o teu fulcral alerta que apanhasse uma crise de cabelos em pé e mostarda indiana no nariz! ;))) Assim "transmutei" a energia na maior calma possível e aceitando a "onda"...

E por isso, à medida que percorro o meu caminho, vou cimentando e aumentado o respeito e admiração pela Astrologia, sem por isso deixar de viver cada segundo sem ir ver o mapa...
Não se trata disso, antes pelo contrário, potencializar a energia que me é "ofertada" nesse momento....;)))

Repito e repetirei vezes sem conta e espreitando o contexto do teu post, "aos anjos a quem chamo amigos" , bem-hajas por te teres cruzado no meu caminho, meu anjo! ;)

Gros, gros, gros bisous! ;)

Maria Paula

Maria Paula Ribeiro disse...

Boa noite Ezequiel,

Antes de mais, que sejas bem-vindo ao meu "canto" e bem-hajas pelo teu relato.

Sou uma pessoa extremamente mental e ao longo desse dia e apesar das peripécias coloquei-me "do outro lado", ou seja como se fosse um realizador de cinema observando o Merc Rx no cidadão comum, leigo da Astrologia...e foi esse pequeno pormenor que não tomando o partido de sádica, me deu imenso gozo...
Creio que é mesmo quando aceitamos o momento e "baixamos" o protagonismo do nosso ego, tipo: "ok não chegavam as desgraças que tive.... que venha mais uma que já nem me importo" e dá-se um click enorme!!!! e parece que tudo se resolve...

Tive de me rir com o modem... não passei por isso mas o pc da clínica por diversas vezes e inexplicavelmente bloqueava!!!! Muito giro em plena consulta! ;)))

Que 2011 seja um ano repleto de bons desejos concretizados.

Abraço

Maria Paula

Maria Paula Ribeiro disse...

Boa noite Ana,

Amiga fiquei muito feliz com o teu relato por dois motivos:
Estás aprendendo cada vez mais e melhor a Astrologia e por outro lado aceitar que nada acontece por acaso...
e aceitar isso é abrir a porta para seguir em frente! ;))))

Força amiga. Estou aqui ao teu lado...

Beijinho grande linda

Maria Paula

Maria Paula Ribeiro disse...

Boa noite Rui,

Tive de me rir com o teu primor ecológico! ;)))

Amigo e conheci pessoas novas à custa da canon e foi fantástico!

Já estou no activo a dobrar pois em paralelo estou com outros afazeres mas inteira! ;)))

Beijo

Maria Paula

Maria Paula Ribeiro disse...

Viva minha linda Astrid! ;)))

"Senhor Mercúrio insistentemente quis dar o ar da sua graça" ;))))))))))))))))))))) Quis medir a graça dele com a minha, lol lol lol
Mas o teu Reiki fez a diferença, que o Senhor Mercúrio não resistiu! ;))))
Bem-hajas Amiga!

O Mimi estava sublimamente impávido e sereno! ;)) O Mercúrio neles faz ricochete! ;))))))

Já vou alegrar mais um pouco o teu coração de mãe lá na tua casa! ;)))

Voltei, revigorada e mais sábia! ;)

Beijo mega extra XL! ;)))

Maria Paula

Maria Paula Ribeiro disse...

Boa noite Adelaide,

He he he he he Adorei a tua resposta!
Bem-hajas tu, pela tua visita.

Daqui um ou dois dias sairão as minhas "promenades a Paris" ;)))

Que 2011 seja um ano memorável para ti e que tenha o prazer de te dar pessoalmente um abraço! ;)

Beijinho grande Amiga

Maria Paula

Maria Paula Ribeiro disse...

PatSam,

Confesso que adorava lá nos exercícios e continuo a adorar as tuas análises astrológicas! ;)))

Fantástico minha linda!

Esta aventura foi mesmo intensa e por isso decidi o post para relembrar daqui uns belos tempos! ;)))

Um beijinho bem grande e um sublime 2011 que será marcado pelo nosso encontro pessoal (tenho aqui o meu dedo mendigo que dança que nem um louco)

;) Maria Paula

Maria Paula Ribeiro disse...

Boa noite Ana Cristina,

;)))) Bem hajas....mas o que vale é que os anjinhos são muitos! ;)))
O portageiro foi simplesmente o canal... ;)

Beijinhos amiga

Maria de Fátima disse...

Olá querida Mary Paula, isto é que foi uma aventura, hein?!, risos.Cá ficarei à espera dos novos capítulos destas mini-férias de Natal a Paris.Quero desejar-te umas boas entradas em 2011!Beijocas grandes.

Andy disse...

Que post Maria Paula, foi um prazer enorme enorme voltar aqui!
e fotografia da Tour, belíssima.
Aproveito para desejar um Ano maravilhoso para ti e família.
Beijinho mto grande

Maria Paula Ribeiro disse...

Olá Mimi,

Bem-hajas amiga e desejo-te também um feliz 2011!

Beijinhos

Maria Paula Ribeiro disse...

Andy,

;) Bem-hajas. Que 2011 te traga o merecido, que será muito.

;) A Tour é mesmo linda! Aquele Gustavo Eiffel contruiu uma maraviha!

Beijinhos

Joel Pinto disse...

Ainda não tinha visto este teu post. Realmente, que aventura...
O que interessa, no fim,é que tudo correu bem.
Jinho grande...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...