12/09/2008

CHOW-CHOW



Aparentado com a família dos spitz e dos cães nórdicos que vivem nas regiões setentrionais da América, Europa e Ásia, ao chow-chow não lhe falta personalidade, muito embora bastasse a sua silhueta característica para o converter num dos representantes mais originais da espécie canina. Chega-se ao ponto de alguns autores considerarem o "chow" como um ramo especial da espécie canina devido às suas inúmeras particularidades (língua azul, prolongamentos importantes dos ossos laterais do crânio, membros posteriores rectos) bem como a certas constâncias biológicas singulares, recolhidas pelo Dr. Fernand Méry: temperatura interna ligeiramente superior ao normal (39ºC), percentagem de ureia cerca de 50% inferior à dos outros cães, suco gástrico mais ácido...
Esta originalidade que além das diferenças habitualmente observadas entre as diferentes raças de cães, levou Pierre Etienne, antigo presidente do Clube francês desta raça a formular uma hipótese audaz: "raça ou espécie?" Existem mais diferenças entre um chow-chow e um cão nórdico do que um lobo e um pastor alemão que, no entanto, são considerados como espécies diferentes apesar de terem o mesmo número de cromossomas, fórmula dentária idêntica, serem interfecundos e terem um aspecto muito semelhante. O chow tem todos esses pontos em comum com o spitz à excepção do aspecto e dos seus caracteres raciais únicos que nos recordam que os canídeos e os ursos provém de um antepassado comum.
O isolamento da região que foi berço original dos
chow-chow poderia reforçar aquela ideia: com efeito, a região compreendida entre os montes fronteiriços de Sikhot Alin, o grande rio Amur e o mar, no extremo oriental da Sibéria foi povoada, na época neolítica pelos Ainos. Estes homens singulares, os únicos no Extremo Oriente que têm a pele branca e um sistema piloso muito desenvolvido (provavelmente indo-europeus, segundo trabalhos recentes de investigadores japoneses), tinham uma religião baseada no culto dos ursos e, na época, foram escorraçados para as ilhas de Saratina e Hokkaido. Os Ainos, que utilizavam antepassados do chow-chow na caça, na pesca e na tracção dos trenós teriam preservado assim a existência de uma espécie semelhante à canina.



A evolução histórica parece confirmar a existência de uma proximidade entre os antepassados do chow-chow e dos cães mongóis. De qualquer forma, o símbolo do cão existe nos caracteres primitivos da escrita chinesa, o que prova que este animal, mesmo que não tivesse sido originário da China, foi ali introduzido muito cedo.
Parece, que posteriormente, este cão teve uma sorte menos invejável e, assim, no século XIX, converteu-se num manjar muito frequente (o nome
"chow" provém do cantonês através do pidgin inglês e provavelmente significa "alimento". Note-se que, neste sentido, a língua azul deste cão era um critério de comestibilidade...

É verdade que, graças à selecção britânica, se tornou mais compacto, a pele mais lustrosa, o focinho alargou, a testa enrugou-se e o
scrowl se desenvolveu, mas esta evolução não fez mais do que acentuar alguns traços pré-existentes sem contudo modificar a silhueta do animal.
O estalão redigido pelo primeiro clube da raça (fundado em 1895), baseava-se uma descrição fiel do campeão
Chow VIII, um macho vermelho importado directamente da China. Depois fez-se um segundo estalão, com modificações essenciais relativamente ao primeiro, que a FCI (Federação Canina Internacional) corrigiu e divulgou.

O que o torna tão apaixonante e atraente é a sua personalidade fora do comum. Às vezes ouve-se dizer que este cão com aspecto de leão parece ter-se convertido num ursinho de peluche. O
chow-chow conserva uma segurança e uma dignidade totalmente leoninas, continuando ter aquele ar asiático de impassibilidade e falsa indiferença.

A sua capacidade de afecto, muito real e profunda, é pouco manifestada. O seu gosto pela independência é muito pronunciado. É esse caracter independente, distante e altivo que o faz parecer-se com o leão, com o gato e com o urso, cujas personalidades tanto fascinam algumas pessoas! O aspecto bonacheirão do
chow-chow nada tem a ver com o seu temperamento: antes de obedecer, pensa duas vezes! Não se pode ser brusco com ele e muito menos bruto, pois não é cão que perdoe esse tipo de atitudes. Diz-se com toda a razão que é "cão daqueles que não suportam as conquistas fáceis" e como disse o Dr. Mery, "se alguém quiser um cão, não escolha um chow-chow".
Viver com um destes animais ao longo de dez anos é uma experiência que não se esquece com facilidade e muitos poucos donos de
chow-chow mudam de raça.

Eu escolhi esta raça como a minha de eleição, vai-se lá saber porquê!

27 comentários:

cova-do-urso disse...

OLá Maria Paula,

São animais lindos. E dá para perceber que são os teus eleitos.

"raça ou espécie?" - parecem descendentes de uma raça da galáxia. É só ver a «Guerra das Estrelas».

Sabia que iriam aparecer ursos por aqui. lol

Beijinho

António

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia António,

São lindos, lindos, lindos, e ao vivo e a cores, abraçadinhos a eles como muitas lambidelas ainda melhor!

Curioso, "parecem descendentes de uma raça da galáxia"....
Penso eu muitas vezes que eu é que vim de outra galáxia! LOL

Bejinhos e tenha um excelente dia!

Astrid Annabelle disse...

Bom dia Maria Paula,
gostei muito de ler este post...primeiramente porque adoro animais, segundo porque, aumentar o conhecimento é uma necessidade geminiana!
Chow-Chow é uma raça que dificilmente se adaptaria aqui em Ubatuba, lugar muito quente para eles, creio eu, mas imagino que ao abraçá-los deves mesmo ter a sensação de estar abraçando um grande urso de pelúcia!!!
Pelo jeito sua clínica vai se especializar em atendimento aos ursos!!!!!!!!!LOL,LOL (como vocês dizem!)
Um excelente dia!
Agora vou ver o que está acontecendo nos cursos!!!
Depois eu volto!
Beijocas 1000 XXL
Madrinha Astrid

adelaide figueiredo disse...

Bom dia Maria Paula

Gostei muito do teu post.
Adoro animais. Fiquei a conhecer as características desses cães tão maravilhosos. Talvez não sejam tão submissos como os cães que estamos habituados a conviver e sejam mais parecidos com os gatos cheios de indepemdência e personalidade.
Também adoro gatos. Tenho muitas saudades do meu Farrusco que já morreu há um ano. Entendiamo-nos tão bem!!
Bem vou ao nosso curso bisbilhotar mais um bocadinho
Beijos

Adelaide Figueiredo

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia Astrid!

Ainda bem que gostaste! Não posso fazer por menos, não é? Tive de "cortar" o post senão tornar-se-ia muito comprido, mas deixo para uma próxima...ocasiões não hão de faltar!

Já lá está o batanete, reparou? LOL

Ursos? Que venham eles!!!!! Aqui são todos mimados :)
LOL LOL

Beijinhos XL

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia Adelaide!

"sejam mais parecidos com os gatos cheios de indepemdência e personalidade"

O chow é um autêntico gato, com nome de cão! Sem pôr nem tirar. Pergunto sempre primeiro aos interessados em chow, se gostam de gatos! Se a resposta for negativa, então desaconselho logo.

Tens de arranjas outro gato. Uma coisa que aprendi no estágio em comportamento animal: quando se perde um animal, há que "repor outro" o mais rápido possível; as consequências traumatizantes por perda são minorizadas. Nenhum animal substitui outro, mas há que dar oportunidade a um outro que nos possa dar tantas alegrias quanto já tiveste. Pensa nisso!

Beijinhos!

Susana Lourenço disse...

Olá!!!

Este blog está muito interessante:) as fotografias escolhidas também. Ainda não conhecia estas fotos da anubis tou a ver k ela tem andado a fazer das dela. Continuação de bom trabalho e beijinhos aos meninos

Maria Paula Ribeiro disse...

Olá Minha linda querida auxilar!

Estou-te imaginando numa linda toalha, estendida na praia de Golfar, a saborear uma "tarola" de milho doce,bebendo um fabuloso sumo e uvas e a redigir as tuas lindas histórias da Bandarravet! :)))))

Estou esperando ANSIOSAMENTE o teu regresso, mas cá me estou aguentando à "bronca".

A anubis continua igual a si própria, acho que herdou alguma coisa de mim! LOL LOL ou da Princesa! Continuam os estragos...

Os "teus" meninos andam bem e também têem saudades tuas!

Beijinho grande e continuação de boas férias!

PS: vou fazer agora uma tosquias! :)

Susana Lourenço disse...

Toalha ao sol???:( Tenho é trabalhado muito e tenho novidades.... boa tosquia

Ana Cavaca disse...

Olá,
Super interessante este teu post sobre os Chow-Chow...não o achei nada longo...do pouco que conheço sobre estes animais, apenas conneci o Avalon e a Ara, concordo plenamente com o que disseste qanto à sua independência...mas como eu gosto muito de gatos iria concerteza gostar também de um Chow para companhia...
Beijinhos

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

Muiiiiiiiito interessante. Gostei e quem é a pretinha linda? :-)

Maria Paula Ribeiro disse...

Susana: Os meninos estão morrndo de saudades! Querem-te ver!!!!!

E aproveita para me contar essas novidades!

Não se faz isso a uma geminiana! :((((

Maria Paula Ribeiro disse...

Olá Ana,
não achaste longo porque o cortei! he he he he

E tu tens o privilégio de os conhecer! LOL

Beijinhos grandes, amiga

Maria Paula Ribeiro disse...

Olá Ana Cristina,

LOL LOL LOL, eu adivinhei essa pergunta!!!!!

É a minha recente aquisiçãode mais uma "abandonada" da rua...Chama-se Anubis, uma gata europeia, preta.
O "diabo" em figura de gente.... o prejuízo dos cacos com ela é enormeeeeeeee!!!!

Beijinhos

Susana Lourenço disse...

Quando puder eu passo aí(amanha não posso não tou em casa) para ver os meninos, para ver as pinturas e para contar as novidades não é nada de especial apenas umas cusquices.

BJS

Maria Paula Ribeiro disse...

Ai....Susana!

Não me podes dizer essas cusquices por mail???? Please??

Cusquices de escorpião!!! :)))
Beijinhos.

Samsara disse...

Bolas rapariga, aqui aprende-se!
No meio de tanta conversa, o que me apetecia mesmo era agarrá-lo e enchê-lo de beijos, apertá-lo mesmo! O que é que achas que ele me fazia? Mordia-me ou enchia-me de beijos também? Sendo tipo leão não havia de gostar muito, o meu rafeiro irrita-se quando lhe faço isso, por isso é que adoro fazer, Hehehehe.
Beijinhos

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia Sam,

Agrada-me que aprendas aqui! É snal que o meu Saturno está em forma! :)

Em relação aos meus Chow´s, terias a seguinte recepção: A ara, fêmea, nem pensar, demasiada independente e muito tímida. Terias de permanecer em Trancoso durante muito tempo!
O macho, Avalon, iria 1º cheirar-te de cima a baixo; e só na minha presença é que seria capaz de te fazer uma festinha, mas sempre com os olhos em cima de mim... LOL LOL

Beijo grande number one!

Astrid Annabelle disse...

Um beijo de bom domingo!
Esperando novidades por aqui....
Madrinha Astrid

Maria Paula Ribeiro disse...

Astrid, amiga,

Para si também.... e as novidades estão a caminho.. :)

Beijihos

neo disse...

Maria Paula.
Os cães, em particular, merecem de mim o epíteto de grande amigo.
São como nós, interiorizam-nos, respeitam-nos e pedem respeito.
Eu penso que com os animais, também se estabelece um clima de empatia que os faz divergir de comportamento face ao outro.
Gostei muito de ler a sua explanção sobre esta raça oriunda do Oriente, os chow-chow, a sua personalidade e caracteristicas únicas.
Beijinho

Maria Paula Ribeiro disse...

Boa tarde Neo!

Merecem o nosso respeito, sem dúvidas... pois aprendemos tanto, tanto com eles... Só quém convive com eles é que sabe, e também sabe o que aqueles que não os têem, perdem..

Um beijinho grande, e continuaão de melhoras. :)

Miguel Vieira disse...

Chow-chow uma raça/espécie nada disso, uma paixão...
"Eu escolhi esta paixão de eleição, e TU SABES PORQUÊ"
Beijinho

Miguel Vieira disse...

Ah!!! Não são precisos viver 10 anos para ser uma experiência fantástica. "Só passaram 7 meses e já não troco de "paixão".
Como diz a Ana "O nosso leãozinho de sofá"
Beijinhos

Maria Paula Ribeiro disse...

Miguel e Ana,

Para eternos apaixonados que sois,só podiam estar na companhia de um "leozita" apaixonante!

Um beijo grande aos dois e um enorrrrrrrrrrrrrrrme à minha "netinha" Zola!!!!!!

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ acheter cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis pas her
http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis vendita
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis

Perros y Gatos disse...

Hola: tienes un blog genial, lleno de buenos e interesantes datos y quiero compartir contigo y tus lectores más información sobre la raza de perro Chow Chow y un video de fotografías del Chow Chow.

Espero que te guste mi espacio y dejame un comentario si te apetece

Saludos desde España

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...