05/04/2011

CASO DE PROCISSIONÁRIA


Hoje recebemos mais um caso de envenenamento por Procissionária. Já foi largamente debatido AQUI. Recomendo vivamente a sua leitura.

Anualmente recebemos diversos casos, onde maioritariamente o desconhecimento é a causa principal.

O caso da "Joana" não foi excepção. Iniciou os sintomas na passada sexta-feira onde os seus donos apenas estranharam a apatia, a hiporexia com dificuldade na preensão e deglutição dos alimentos.

Presumivelmente, a "Joana" terá sido envenenada nesse dia. Uma vez que os sintomas são rápidos e não havendo intervenção rápida as sequelas podem ser profundas.


Após exame clínico efectuado, confirmando-se o caso de procissionária, a "Joana" foi sedada para limpeza de boca.


Grande extensões de necrose (parte branca) que dentro de um dia ou dois irão simplesmente cair...



Apesar de ter passado 3 dias e, faço-o sempre: Aposição de adesivo para retirar qualquer espícula de procissionária que possa ainda estar presente. Uma atitude muito boa em casos recentes.



Limpeza da ferida com soro fisiológico, frio de preferência.


Colocação de substância desinfectante. Administração anti-inflamatória e antibioterapia.


Para aliviar a dor, alguns bloqueios anestésicos.



E mesmo não tendo ainda as agulhas de acupunctura, executei com agulhas de insulina (na foto em castanho, nos membros anteriores e posteriores) nos pontos aprendidos ontem na pós-graduação.

Novas aprendizagens, sempre no caminho da cura!!!

A "Joana" neste momento encontra-se bem e está sossegada.



Sejam prudentes, e muito, nesta época do ano onde a procissionária é emergente!!!


4 comentários:

Astrid Annabelle disse...

Judiação Maria Paula!!!!
Que coisa horrível de se ver....fico imaginando a dor que este serzinho passou! E como não se queixam suportam!!!!
Ainda bem que existes para aliviar tamanho sofrimento!
BEM HAJAS!!!!!!!
Um beijo grandão querida e estou enviando Reiki.
Astrid Annabelle

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia Astrid,

Está tudo a correr bem.

Hoje está a ser alimentada com seringa. ;)Tenho a ajuda da minha colega estagiária...

Cada vez mas me sinto melhor nos casos! ;)))

Beijo grande e bem-haja!
MP

Tess disse...

Adoro o seu Blog Maria Paula e não gostasse eu mais de animais do que de muita gente.
Vejo o amor e o carinho que tem por todos eles, a Maria Paula só pode ser algém muito especial.
Eu tenho em casa uma cadela e dois gatos e isto porque moro num apartamento e não posso ter mais, um dos gatos tem muitas das vezes calculos renais o que o faz sofrer imenso e a mim por consequencia. Será que não há uma planta que o ajude a envitar o calculo renal?

Um bj e bem haja pelo seu trabalho maravilhoso
Obrigado

Maria Paula Ribeiro disse...

Boa noite Tess

Agradeço as suas palavras de apreço em relação ao meu trabalho.

Em relação à sua pergunta só poderei responder com mais dados em relação à patologia que padece o seu gato.

Tenho duas ou 3 questões que julgo oportuno responder:

1- Que tipo de cálculo renal tem??? Foi feita a tipificação do cálculo por laboratório)
Se é um cálculo alcalino ou ácido, por exemplo.

2-Perguntas: Os rins dele trabalham bem?

3- A quanto tempo tem este problema.

Não te posso responder, para além da ética, obviamente, mas de certo que com os dados do meu colega (que o acompanhou), poderei orientar.

Espero que te tenha sido útil e dispõe sempre.

Maria Paula

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...