20/09/2010

ROSNA-UM CASO DE MÍASES

Tenho reparado que a palavra "míase" tem sido alvo de pesquisa na blogosfera e muitos visitantes chegam ao BandarraVet, para a leitura deste post (clicar na palavra post), onde já foi debatido um caso clínico ao qual recomendo a sua leitura.

O caso de hoje é outro caso, não o único neste verão, mas que me deixou a reflectir bastante na falta de prevenção que temos.



A Rosna entrou no passado sábado ao fim do dia.
O dono avisou-me por telefone que se dirigia à BandarraVet, porque tinha observado uma pequena ferida com "bichos".

A Rosna é uma cadela de raça Serra da Estrela, de 7 anos de idade. Vive em liberdade dentro de uma propriedade cercada e com um enorme terreno circundante.




Ao exame físico apercebi uma pequena ferida com míases (parasitose, por larvas de moscas).
Curiosamente e com o decorrer da tosquia, apercebi-me que existia outra ferida, do lado oposto, na região abdominal e com muito mais míases.


A causa das míases no caso da Rosna era evidente: debaixo daquele manto de pêlo em mau estado, estava uma enorme quantidade de praganas (ou fura-sacos) literalmente "crivadas" na pele.
Foram retiradas várias de entre pequenos abcessos purulentos que se viam.



Investigando.

Aqui está em pormenor da segunda ferida.



À palpação pode ser perceptível a profundidade e invasão dos tecidos.
Podem ver ainda dois fura-sacos nas proximidades da ferida.
Vamos iniciar a extracção.



Um trabalho delicado, uma vez que a Rosna não se encontra tranquilizada, apenas contida tranquilamente pelo dono.

É impressionante como a Rosna se encontrava "deglutida" por aquelas míases sem nenhuma reacção.



Tratando-se de duas feridas abertas (esta com maior gravidade), dentro de dias e após limpeza da ferida será anestesiada para uma pequena cirurgia reconstrutiva.


Durante a extracção ou o final podem sempre colocar um pouco de água oxigenada (Peróxido de Hidrogénio).


Para além da sua importante função desinfectante, provoca um efeito mecânico de "empurrar" as míases para a superfície.

Útil para retirar alguma que se encontre em maior profundidade.



Contamos 89 míases nesta ferida. Na outra foram retiradas 23.
Cada caso é um caso, dependendo muito da sua localização.

Já o disse, tive casos bem mais graves.



Uma vez que a ferida irá permanecer aberta para drenagem, podem ainda colocar uma solução com uma avermectina diluída com soro fisiológico e colocar dentro da ferida (mantêm-se as recomendações para as raças sensíveis a esta molécula)

Funciona como preventivo e tratamento definitivo de alguma pequena larva (ou ovo de mosca) que ainda possam estar presentes.


Deixem ficar durante algum tempo e de seguida retiram o excedente.



Solução desinfectante na superfície da ferida.

Foi instituído de seguida um tratamento de suporte e a Rosna ficou internada.

Hoje esteve no parque, bem disposta e as feridas foram limpas e desinfectadas.

Amanhã iremos proceder à tosquia completa e um banho terapêutico.

Não se esqueçam que o grooming, falado aqui e aqui é fundamental para a prevenção destes casos.

A prevenção é essencial!!!


18 comentários:

Patrícia P. disse...

Devemos ter sempre muito cuidado com os nossos amigos de 4 patas, nomeadamente nesta época em que as malditas moscas não os largam podendo provocar a dita míase!
Infelizmente, há 2 anos atrás nao tinha conhecimento da Bandarravet e o meu cão (pastor alemão) sofrendo de Leishmaniose paralisou apanhando feridas nas patas que as moscas não tardaram a "investigar" limpei e desinfectei e tapei para não acontecer de novo.
Deve ser muito doloroso para o animal e é realmente uma situação muito feia para quem a vê.
Hoje pergunto-me o que teria acontecido se tivesse conhecimento da Bandarravet...mas tenho a sensação que meu canito ainda poderia estar comigo.
Obrigada Paula pela dedicação!
Beijinhos

António Rosa disse...

Maria Paula,

Sabes que 'devoro' tudo o que escreves sobre as maleitas dos cães. Gostei de saber. Obrigado.

Informação nº 1: a aplicação das pipetas (ontem) ao pessoal cá de casa parece estar já a funcionar.

Informação nº 2: Acabei de publicar um texto sobre o tr Sat/Plu e dei-te como exemplo perfeito de alguém que atravessou com sucesso um trânsito com tantos desafios.

Beijokas.

António

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Pobre animal :s

Desconhecia que isto podia acontecer :s

Tenho um serra da estrela que anda à vontade no terreno à volta da casa onde acabam por se agarrar imensas coisas ao pêlo.

Normalmente umas festas, escovadelas e inspecção visual, permitem-me tirar-lhe tudo do pêlo.

O criador avisou-me para ter cuidado com tudo o que se pudesse espetar no pelo do animal pois poderia acabar por cravar na carne e fazer ferida... mas nunca pensei que pudesse ficar com esse aspecto :s

Felizmente nunca fez ferida, mas agora mais do que nunca vou ficar atenta!

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia Patrícia,

Renovo o s meus votos de confiança contigo.
Não é bonito de se ver, não. Geralmente o dono até nem olha.
Aqui só mesmo a prevenção é fundamental.
O tratamento em si não tem nada que se lhe diga, mas ocupa imenso tempo.

Quanto ao eu pastor alemão, aconteceu o que tinha de acontecer...não te prendas com os "se isso, se aquilo".
Fizeste o teu melhor na altura.

Um beijo grande e boa semana.

MP

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom António,

;) Bem-hajas. Prevenir é sempre a palavra de ordem. ;)

Gostei imenso de saber dos resultados das pipetas. Este produto é mesmo bom!
Em breve dar-te-ei um planing de aplicação ;)

Quanto à informação 2, só te tenho agradecer eu, pois como disse anteriormente, "Prevenir é sempre a palavra de ordem"
A tua consulta de Astrologia fez toda a diferença!
Foi o momento de "ouro" que me podia ter acontecido!

Bem-hajas eu.

Beijo grande e forte abraço

Maria Paula

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia Especialmente,

;) Não te aconteceu porque fizeste o que tem de ser feito para quem tem animais assim, a prevenção.

Ficar mais atenta ressoou bem por aqui. Acontece em locais mais inesperados e quando uma pessoa menos espera.

Beijinhos boa semana.

Maria Paula

Astrid Annabelle disse...

Bom dia Maria Paula!
Como sou muito sensível ao sofrimento de qualquer coisa viva fiquei muito triste por dentro ao ver as imagens.
Nossa!!! que coisa mais feia de se ver.
Abençoadas és tu que alivias a dor dos nossos amigos que sofrem em silêncio.
É muito sério adotar um animal...é preciso cuidar com muito empenho...é uma vida.
Pois estou enviando Reiki para este caso...para a Rosna, para o seu dono e para ti.
A cadelinha deve estar atravessando um trânsito de Sat/Plu....!?!
Muitas vezes os animais se oferecem para purgar fisicamente o que pertance ao dono, sabia? E isso é comprovadamente verdadeiro.
Que Deus continue te abençoando querida!
Um beijo grande com amor.
Astrid Annabelle

Caty disse...

Olá!
Nao consegui olhar para as feridas, só de pensar da-me arrepios!
Só de pensar a dor que eles devem ter.....
Mas é sempre bom saber destas coisas.
Tenho uma pergunta pra ti.
Anda uma raposa(o), nao sei destinguir, lá ao pe de casa, mas parece-me muito meiguinha(o).
O que faço? Posso dar-lhe de comer?

Eri disse...

Tu fazes um trabalho sensacional amiga! Não me canso de dizer!
Já tratei de um caso assim, com ajuda veterinária claro! Um beijo enorme

Shin Tau disse...

Eh pá nem sei como consegues!!! É mesmo vocação, apre!

Eu se visse isso caía para o lado, nojento!!! ahahahah

Fiquei impressionada, graças a Deus nunca aconteceu com nenhum dos pets lá em casa dos meus pais!

Boa alerta para os donos, sim senhor! E parabéns por conseguires fazer o teu trabalho com tanto amor e dedicação, sim porque fazer isso sem ter nojo, é preciso amor!

;****

Adelaide Figueiredo disse...

Olá Paula,

Deste cabo da bicharada que estava a fazer tanto mal à Rosna. Belo trabalho!

Beijos

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia Astrid,

Ontem ainda tive bastante trabalho de modo que só hoje respondo. Peço desculpas pelo atraso.

A Rosna está bem. Quando li o teu comentário ontem estava na pausa da tosquia. Fi-la sozinha e com ela muito calma..Bem-hajas.

Concordo contigo em relação à purga...

O trânsito não sei pois eu bem gostaria de ter as datas certinhas, lol lol lol

Qualquer das formas já tomou um banho quente de se regalar, está bem mais aliviada e à espera de uma pequena cirurgia.

Deus está sempre comigo! ;)
Bem-hajas por tudo!
Beijo gostoso, como dizes! ;))))

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia Caty,

É um animal selvagem, não podes tê-o em cativeiro. Não sei se já o apanhaste ou se está apenas interessado em comer. Mas como também não tens galinheiro podes fazer o que o teu coração manda! ;)))

Beijinho grande e grata pela visita.
MP

Maria Paula Ribeiro disse...

Eri,

E tu és uma leitora sensasional! ;))))

Bem-hajas de coração!

Beijinhos grandes

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia Shin!

;))) "Eu se visse isso caía para o lado"
he he he he he quando me visitares, não tragas sapatos de salto alto..nunca se sabe o que podes ver e ao cair podes torcer o pé! ;))))))))

O que impressiona nestes casos é cheiro! ;))) e aí ainda bem que não se sente....

Bem-Hajas por tudo!

MP

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia Adelaide,

;))) Eram eles ou a Rosna....

Bem-hajas minha linda!
Beijinhos grandes

MP

Joel Pinto disse...

Olá Paula.
Eu sei bem o que isso é... Já passei por essa experiência no ano passado com a Zuca e o que me valeu foram os teus sábios conselhos.
Continua a fazer o que de melhor sabes!!
Jinho grande.

Maria Paula Ribeiro disse...

Olá Joel,

;))) Ainda vou virar Santa padroeira de Trancoso, ;)))

Como anda a Zuca?

Bem-hajas amiga.

PS: Recebi o teu sms mas quando for a altura certa entrarei em contacto contigo!;))))

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...